Finanças

Em 07 meses de 2017, IPAM de Timbiras apresenta sinais de recuperação e tem superávit de Meio Milhão de Reais. Publicada em 24/08/2017 20:43:57

Criado em 1993, o instituto de pensões e aposentadorias – IPAM, passou a operar oficialmente no município, e a partir daí gerir os recursos das contribuições dos funcionários públicos (11%) e do repasse patronal da Prefeitura de Timbiras (17%). O Instituto passou a ter vida própria, mas deixou para trás uma grande dívida com o INSS contraída ao longo de várias administrações anteriores à sua criação e que se arrasta até hoje, esta pendência com a previdência federal foi motivo de vários bloqueios do FPM obrigando o município a fazer alguns parcelamentos.

Durante esses 24 anos de existência, o IPAM do município de Timbiras não alcançou sua autonomia financeira, sobraram nesse período muitas e muitas acusações de desvios (várias dessas acusações são alvo de investigação pela Polícia Federal) e de má gestão, o que implicou num desmantelamento total da instituição.

No final de 2016, técnicos da receita federal emitiram um relatório onde estampava a real situação financeira do IPAM, a dívida da prefeitura para com o instituto era da ordem dos 13 milhões de reais, gerada ao longo de mais de duas décadas.

Após 07 meses da atual Gestão, o IPAM, que em janeiro de 2017 apresentava “caixa” com valores insignificantes, hoje já apresenta reserva financeira positiva de pouco mais de Meio Milhão de Reais em seu “caixa”, resultado alcançado a partir do compromisso assumido e mantido pelo Gestor de fazer os repasses como determina a lei.

Mais em Finanças


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!